o cansaço que tem tomado conta de mim


Ando numa fase completamente desmotivada em relação à faculdade. Sei que só falta este ano, e que deveria esforçar-me mais que nunca para manter ou até subir a média, mas a verdade é que estou cansada. Entrei no curso sem saber bem ao que vinha, é certo. E demorei mais do que deveria. Embora tenham havido outros factores, um deles é que sempre fui muito indecisa em relação a todos os passos que dou. Fácilmente ponho em questão se devia ouvir mais o que me dizem, ou se por outro lado deveria ligar menos às opiniões e confiar no meu instinto. Nunca sei.

Até ao 9º ano as decisões sempre foram básicas, mas até aí me foi dificil escolher entre ET ou EV. Claro que gostava mais de EV, mas acabei por ficar na segunda porque toda a minha turma a escolheu e não queria ir sozinha. Arrependi-me, porque preferia desenhar a passar as aulas a pintar madeira ou lá o que se fazia naquelas aulas. Mas isso também me ensinou a não basear as minhas escolhas no medo: medo de não conseguir, medo de ficar sozinha, um medo estúpido do desconhecido. No final desse ano veio a primeira escolha: ciências ou humanidades. Embora não tivesse nenhuma nota abaixo de 4 e alguns 5, as disciplinas que mais gostava eram história e matemática. E isso indicava que optar por uma delas seria deixar a outra, o que não me agradava de todo. Acabei por escolher a matemática, porque no fundo ganhava a minha preferencia, mesmo que fosse por uma ligeira diferença. E a ironia foi nunca ter conseguido grandes notas no secundário a essa disciplina, e só no 12º ano ter voltado a ganhar um amor tal que me fez pensar em seguir cursos como gestão ou até matemática aplicada. Mas optei pelas engenharias, e por um curso em especial, que não havia em mais lado nenhum com aquele plano de estudo, embora preferisse outra escola.

E é onde estou hoje. Um bocado atrasada em relação a onde já deveria estar porque, mais uma vez, as minhas indecisões fizeram com que não me comprometesse com o curso logo de inicio. Não mudei porque a verdade é que se o fizesse era apenas para um curso diferente, dentro da mesma área. Mas esta foi a minha escolha. E orgulho-me do que aprendi até aqui e, de certa forma, acertei no que queria. Mesmo sabendo isto tudo, estou cansada de aulas, de mais trabalhos e do tempo em que já ando nisto. Espero que esta fase passe depressa e que arranje motivação agora que falta tão pouco.

9 comentários:

  1. Segue em frente. Pensa nisso como uma fase mesmo. O último ano pode ser desmotivante, pode ser uma euforia. Agora é altura de terminares isso e logo depois entrares no mercado. Aí sim, vais ver o que realmente gostas de fazer. E desabafa à vontade, tamos aqui para isso :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Indie! Tens sido uma fixe para mim. :)

      Eliminar
  2. É só mais uns mesitos, uma última força e fica feito! E não te martirizes com as indecisões porque nunca ninguém sabe o que anda a fazer cá. Conheço quem mudasse de curso duas ou três vezes e mesmo assim ainda não está satisfeito. Eu já terminei a licenciatura e, apesar de ter sido a minha primeira escolha, tantas foram e ainda são as dúvidas.
    Lembra-te que agora é só mais um tirinho e já fica despachado :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, muita gente não está satisfeita e completamente certa do que escolheu, também conheço gente que mudou uma e outra vez. Vou levantar a cabeça e acabar isto. :)

      Eliminar
  3. R: a sério que preferes? :o que querida!

    ResponderEliminar
  4. Marie, eu ambém fui parar ao curso de Economia sem saber muito bem como e com poucas certezas do que queria...também acabei por demorar mais tempo a fazê-lo por causa disso. Mas no último ano lembro-me que desceram sobre mim poderosas forças porque eu só queria acabar o curso! E consegui com bons resultados :) a partir daí voltas a reescrever o teu futuro, com novas escolhas! Se estás onde estás é porque tinha de passar por aí no teu percurso. Acaba o teu curso e vais ver as possibilidades que vão surgir à tua frente!
    Boa sorte! :)

    http://world-of-wanderlust.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Por acaso, no início do meu curso também andava desmotivada. Quando entrei para o 2º ano foi complicado, não tinha amigos e gostava pouco do curso. Mas atenção do curso em si e não do que se falava porque o tema principal interessava-me. O que eu não gostava era da maior parte da cadeiras e por aí fora. Nessa altura mandei-me de cabeça para Londres. Vivi lá uma temporada e, quando voltei, agarrei o curso com todas as minhas forças e apercebi-me que eu andava desmotivada por não ter amigos e isso influenciava noutras coisas mas, não ter amigos deixou de ser problema e segui a minha vida. O curso que estudei é o curso que sempre quis e adoro-o! Não me arrependo da área. Os momentos da faculdade não foram como supostamente devem ser ou pelo menos como contam que são mas isso, para mim, foi o menos. O que conta é que cheguei ao final do curso feliz comigo mesma :)

    ResponderEliminar